ÁGUAS REVOLTAS

            De tempos em tempos nossa vida é atingida por águas revoltas, ondas violentas sacudidas por ventos contrários, que trazem na sua fúria, a força da destruição pelo impacto da negatividade, do pessimismo, do fracasso e da desmotivação. A vida se transforma numa grande tempestade e parece que perdemos o controle da situação.

Mergulhados em águas revoltas, a primeira coisa a ser atingida em nós é a percepção das saídas, das soluções - perdemos a visão do horizonte. Somos então atingidos pelo raio do medo e nos trancamos nos porões escuros da tristeza e da agonia; fechamos os olhos para a esperança. Sem saída, tudo se torna motivo para pânico.

O que é preciso então fazer para enfrentar as águas revoltas? Primeiramente, aprendendo a olhar para além das circunstâncias, das tempestades e das provações. Devemos olhar sempre para além do momento presente e projetarmos nossa visão para o amanhã. Toda crise é passageira, todo vento impetuoso rende-se aos caprichos de uma brisa suave.Depois da tempestade vem sempre a bonança!

É preciso ter forças para levantar a cabeça, aprender a olhar para cima e começar a ter visões de vitória, pois, olhando para baixo, ninguém percebe nada a não ser sua própria derrota e os limites que o próprio chão nos impõe. Aprenda a levantar a cabeça e mudar a direção do seu olhar, pois por trás das ondas violentas corre sempre uma brisa de paz.

Levantar a cabeça é muito mais do que um gesto físico. É uma atitude da alma. É começar a perceber aquilo que a dor não tem permitido que se perceba, pois toda dor, especialmente aquelas nos fazem chorar por dentro, tende a ofuscar nossa visão e tirar de nós a sensação de prazer.Quando mudamos a direção do nosso olhar, e tal mudança possibilita a percepção, das saídas necessárias, dos caminhos de vitória que Deus nos está preparando, aí então tudo muda ao nosso redor. De cabeça erguida, descobrimos novas alternativas,enxergam os novos horizontes, novas conquistas.

As águas revoltas fazem parte dos grandes oceanos, mas também são os grandes oceanos que escondem tesouros incalculáveis e conduzem a novas descobertas. Ninguém consegue grandes conquistas sem ter coragem para enfrentar a violência dos ventos contrários. Toda tempestade passa! Nenhum temporal dura a vida inteira. O importante é não naufragar diante das ondas. Diante das águas revoltas é preciso manter a cabeça erguida, sempre olhando para o alto e para frente.

Precisamos, pois, aprender a olhar para além das derrotas e das tempestades ocasionais sempre com os olhos da esperança e a força da fé. Levantemos, pois, nossas cabeças! E vejamos que, após toda tempestade, vem sempre uma grande bonança, pois ainda que o pranto dure toda uma noite, a alegria vem pela manhã!

 

Pr. Estevam Fernandes de Oliveira

 

 


 

Envie essa mensagem para alguém

             
Seu nome: 
e-mail da pessoa que você gostaria de enviar
Mensagem: