A FORÇA DA ESPERANÇA

Confrontados constantemente com situações difíceis de serem superadas, bombardeados quase que diariamente com notícias negativas, muitas delas ligadas às pessoas amadas, que nos falam da perda de um emprego, de enfermidade crônica, de assaltos, seqüestros, lutos, falências, divórcios, enfim, são tantas notícias negativas, que muitas vezes somos tão afetados por elas que ficamos triste e inseguros, e vamos perdendo um pouco de alegria e da esperança de que ainda viveremos dias melhores. Em meio tantos dissabores, tudo podemos perder, menos a esperança.

Viver sem esperança é abrir as defesas para os inimigos da alma, que vivem de plantão, escondidos na periferia da nossa existência. Eles quando nos encontram vulneráveis são rápidos no agir, especialmente como destruidores da alegria, dos sonhos e das motivações. Viver sem esperança é quase não viver.

São inúmeros os benefícios que a esperança nos traz, todavia, maiores ainda são os prejuízos causados pela sua ausência. Nossa existência fica contaminada pelo vírus do desespero que por sua vez, produz outros males nocivos à alma, como: angústia, tristeza, revolta, pessimismo, falta de fé, desmotivação, murmuração constante, negativismo e, até mesmo a depressão. Sem esperança nos sentimos num beco sem saídas; num mundo sem ninguém. É a sensação horrível de quem se abandona, por sentir-se completamente abandonado. A ausência de esperança é o próprio caos.

Com a maturidade, que se dá por conta das experiências, a vida nos tira muitas coisas, ao tempo que nos presenteia com tantas outras. Perdemos, por exemplo, a utopia de um mundo cheio de amor, onde não há lugar para as guerras, para o ódio e a mentira. Mas, outrossim, nos tornamos mais experientes, ao ponto de entendermos que sem Deus não há muito porque esperar. Ele é a única força que não fraqueja; É a luz que jamais se apaga.

É a experiência com um Deus que nunca falha, e exatamente por causa Dele, que em nós brota outra vez a esperança, como o combustível para a vida. Ela é força geradora de nossos de sonhos; é a energia que movimenta nossa vida; é a luz que sobrevive à escuridão. A esperança é o amanhã antecipado por meio dos olhos da fé. Ela conduz o nosso olhar na direção da vitória.

Por causa da esperança acreditamos no amanhã. Pela sua força, alimentamos a fé e o amor. Ela injeta vida em nossa existência e nos faz sonhar outra vez.

Na verdade, a esperança é o Emanuel (Deus conosco), não encarnado, mas, internalizado em nossa existência. A esperança é Deus, mas, é Deus agindo dentro de nós.

 

Pr. Estevam Fernandes de Oliveira

 


 

Envie essa mensagem para alguém

             
Seu nome: 
e-mail da pessoa que você gostaria de enviar
Mensagem: